Contabilidade

CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS

Vagas anuais oferecidas 200 (duzentas) Ato de autorização Portaria nº 16, de 23 de janeiro de 2013, publicada no DOU de 24 de janeiro de 2013. Carga horária do curso 3.000 (três mil) horas Duração mínima 8 (oito) semestres ou 4 (quatro) anos Duração máxima 14 (quatorze) semestres ou 7 (sete) anos

NORMAS QUE REGULAM A PROFISSÃO QUE O CURSO HABILITA A EXERCER

Decreto-Lei nº 9.295/46 – Cria o Conselho Federal de Contabilidade, define as atribuições do Contador e do Guarda-livros e dá outras providências. Lei nº 570/48 – Altera dispositivos do Decreto-Lei nº 9.295, de 27 de maio de 1946, que criou o Conselho Federal de Contabilidade e dá outras providências.

OBJETIVOS DO CURSO

O curso de Ciências Contábeis da Faculdade Kurios objetiva, por sua organização didático-pedagógica, a formação de contadores com a completa possibilidade de promover e participar da melhoria do processo de gestão e desenvolvimento das organizações públicas e privadas, em todas as suas dimensões, na busca do aumento da produtividade e competitividade. Esses profissionais deverão estar comprometidos com os interesses e os desafios da sociedade, tendo como pressuposto básico a ideia de que, embora considerando as peculiaridades regionais e locais, esta formação deve ter um caráter abrangente e eclético; de forma a suprir o mercado com administradores com visão crítica e estratégica e competência teórico-prática, que venham a desempenhar suas funções com ética, compromisso profissional e responsabilidade social voltados para a construção de uma sociedade mais justa e harmoniosa, conduzindo sua formação para a cidadania plena.

PERFIL PROFISSIONAL DO EGRESSO

O egresso do curso de Ciências Contábeis terá uma formação generalista, humanista, e deverá ser capacitado a:

  • Compreender as questões científicas, técnicas, sociais, econômicas e financeiras, em âmbito nacional e internacional e nos diferentes modelos de organização;
  • Apresentar pleno domínio das responsabilidades funcionais envolvendo apurações, auditorias, perícias, arbitragens, noções de atividades atuarias e de quantificações de informações financeiras, patrimoniais e governamentais, com plena utilização de inovações tecnológicas;
  • Revelar capacidade crítico-analítica de avaliação, quanto às implicações organizacionais com o advento da tecnologia da informação;
  • Ler, compreender e elaborar textos, atos e documentos jurídicos ou normativos, com a devida utilização das normas contábeis;
  • Interpretar a aplicação da Contabilidade;
  • Pesquisar e utilizar a legislação, as normas, a doutrina e de outras fontes da Contabilidade;
  • Adequar a atuação contábil, em diferentes instâncias, administrativas ou empreendedoras, com a devida utilização de processos, atos e procedimentos;
  • Utilizar corretamente a terminologia jurídica ou da Ciência da Contabilidade;
  • Dominar as tecnologias e métodos para permanente compreensão e aplicação da Contabilidade.

CONHECIMENTOS E COMPETÊNCIAS

Os egressos do curso de Ciências Contábeis da Faculdade Kurios destacar-se-ão pelas seguintes competências:

    Utilizar adequadamente a terminologia e a linguagem das Ciências Contábeis;

  • Demonstrar visão sistêmica e interdisciplinar da atividade contábil;
  • Elaborar pareceres e relatórios que contribuam para o desempenho eficiente e eficaz de seus usuários, quaisquer que sejam os modelos organizacionais;
  • Aplicar adequadamente a legislação inerente às funções contábeis;
  • Desenvolver, com motivação e através de permanente articulação, a liderança entre equipes multidisciplinares para a captação de insumos necessários aos controles técnicos, à geração e disseminação de informações contábeis, com reconhecido nível de precisão;
  • Exercer suas responsabilidades com o expressivo domínio das funções contábeis, incluindo as atividades atuariais e de quantificações de informações financeiras, patrimoniais e governamentais, que viabilizem aos agentes econômicos e aos administradores de qualquer segmento produtivo ou institucional o pleno cumprimento de seus encargos quanto ao gerenciamento, aos controles e à prestação de contas de sua gestão perante a sociedade, gerando também informações para a tomada de decisão, organização de atitudes e construção de valores orientados para a cidadania;
  • Desenvolver, analisar e implantar sistemas de informação contábil e de controle gerencial, revelando capacidade crítico analítica para avaliar as implicações organizacionais com a tecnologia da informação;
  • Exercer com ética e proficiência as atribuições e prerrogativas que lhe são prescritas através da legislação específica, revelando domínios adequados aos diferentes modelos organizacionais.

CAMPO DE ATUAÇÃO

O contador pode exercer suas atividades na condição de autônomo, profissional liberal, empregado regido pela CLT, servidor público, militar, empresário individual, sócio de qualquer tipo de sociedade, diretor ou conselheiro de quaisquer entidades, ou em qualquer outra situação jurídica, podendo exercer qualquer tipo de função, conforme preceitua a Resolução CFC nº 560/83.

Para tanto, o profissional dever possuir diversas habilidades. No cenário atual, a modernização do conhecimento é uma necessidade. Como exemplo, observa-se uma demanda crescente de profissionais para o terceiro setor; outro exemplo, é a demanda por contadores com conhecimentos em contabilidade ambiental. Como fato recente, destaca-se a alteração na legislação das sociedades anônimas, que exige dos profissionais conhecimentos em contabilidade internacional, principalmente das práticas adotadas pelo International Accounting Standards Board – IASB.

Como se vê, o campo de atuação é muito vasto. Sua atuação está inserida da microempresa à empresa de grande porte; das atividades pastoris ao e-business. Abaixo, são citadas algumas áreas de atuação do profissional contábil:

  • Em empresas: planejador tributário, analista financeiro, contador geral, cargos administrativos, auditor interno, contador de custos, contador gerencial, controller etc.
  • Como profissional independente (autônomo): auditor independente, consultor, empresário contábil, perito contábil, investigador de fraudes etc.
  • No ensino: professor, coordenador, pesquisador, escritor, parecerista, conferencista etc.
  • Em órgãos públicos: contador público, agente de fiscalização, diversos cargos de controladoria e finanças, tribunal de contas, oficial contador (forças armadas e polícia) etc.